Criado em 1962 como Instituto Central de Letras, ganhou o nome atual  Instituto de Letras da UnB (IL/UnB) – em 1974, por força do novo estatuto da universidade, aprovado em 1970. Hoje, o IL representa uma das 26 unidades acadêmicas da Universidade de Brasília.

À época da fundação, o IL estava organizado em quatro departamentos (Linguística, Língua Portuguesa, Teoria Literária e Literatura Brasileira) e três centros (Centro de Estudos Clássicos, Centro Brasileiro de Estudos Portugueses e Centro de Estudos das Culturas e Línguas Indígenas), este último em associação com o Departamento de Antropologia do Instituto de Ciências Humanas.

Desde o início, o instituto mantinha, com professores de carreira especial, ensino instrumental das línguas portuguesa, francesa e inglesa. No período da ditadura militar brasileira, foi reduzido a um só departamento e teve extintos os três centros de estudos, o que o tornou heterogêneo e disfuncional. Por isso, foi restruturado após 1974.

Atualmente, o Instituto de Letras é composto por três departamentos: Departamento de Línguas Estrangeiras e Tradução (LET), Departamento de Linguística, Português e Línguas Clássicas (LIP) e Departamento de Teoria Literária e Literaturas (TEL). Aos departamentos estão ligados, além dos cursos de licenciaturas, quatro programas de pós-graduação: Programa de Pós-graduação em Linguística Aplicada (PGLA); Programa de Pós-graduação em Estudos da Tradução (POSTRAD); Programa de Pós-graduação em Linguística (PPGL) e Programa de Pós-graduação em Literatura (POSLIT).


Figura 1 – Organograma do Instituto de Letras

Figura 1 – Organograma do Instituto de Letras